quarta-feira, 27 de abril de 2011

Objetos inexistentes - olfato

O olho olha,
A máquina rouba o olhar,
registra-o para além do tempo.

O nariz cheira,
Onde estão meus frascos de cheiros perdidos?
Memória olfativa.

Inspiro o mundo
Expiro o mundo
pra dentro das buretas.

2 comentários:

Ritual

Por sobre minha pele Deslizo essa base. É preciso cobrir acnes rugas olheiras cicatrizes. É possível cobrir o tempo? Não posso ca...