quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Chuvas

No setembro
tem chuvas.
Nas chuvas
brotam cigarras.
Cigarras
cigarilham
estridentes
dentro
dos meus
orifícios.

ci ga rra | ci ga rra

Nome, som
incrustantes.

ps: há tempos a palavra e o bichinho me perseguem, especificamente as 11:00 hs, quando passo para ir almoçar...

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Meus parabens!
    Uma nostalgia primaveril!

    ResponderExcluir
  3. muito bem raquel! adorei o poema.

    depois passa no meu blog pra ver se você me autoriza a rouba-lo para um poema meu?

    bj!

    ResponderExcluir

Exercício urbano

Fui tomada pelo insano desejo de ver o chão, difícil abaixar os olhos, ensinar a métrica do chão nesse olho tão viciado em céu. chão mor...