terça-feira, 6 de outubro de 2009

Pirimpolar

Chuva miúda pirimpola
nas sombrinhas,
telhados,
ruas,
gentes
Pirimpolam em tudo.
Se cresce,
revira pelo avesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pequena crônica poética – sobre os lençóis

Paisagens mutantes, vento e areia minúsculos pontos brilhantes envolvidos num sopro. Sopros e pontos brilhantes construindo relevos. Lá ...