domingo, 18 de outubro de 2009

Ecdise

Há dias de suavidade
Em que todos os sentidos
Desabrolham-se.

Outros de total aspereza,
ecdise sentimental.
Em que o envoltório de mim
é couraça impenetrável,
feito de densas arrebentações
não há o que fazer.

Somente esperar o fim.

2 comentários:

Mares brilhantes

Tudo chega tão rápido, Mares infinitos que se abrem por meio de telas brilhantes. Tanto mais eu nado, mais me afogo. Bits brilhantes de m...