terça-feira, 3 de julho de 2012

Fuga




Sobre a mesa,
Contas, extratos de banco, escritos, livros concretos, coisas inacabadas, deveres, listas,  tudo tão útil.

Na rua,
Volúpia poética
Coabitando com o inacabado.
em estado de euforia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hoje não tem poesia

Tem sido difícil tentar explicar o óbvio. Eliane Brum nos diz que vivemos numa crise de palavras, na qual diferente do período da censura a...