sábado, 2 de setembro de 2017

Entre breve e longo

E tudo se vai?
e o que se quer segurar?
Estamos a ir,
tudo tão rápido
Só esse instante
que fica entre
            falas
            silêncios
            pausas
tão rápido
quando se quer parar o tempo.

O tempo do corpo
O tempo das coisas dentro da gente
antagonistas

Tão rápido
Tão suficiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mares brilhantes

Tudo chega tão rápido, Mares infinitos que se abrem por meio de telas brilhantes. Tanto mais eu nado, mais me afogo. Bits brilhantes de m...