terça-feira, 31 de março de 2015

Lições poéticas

  As coisas que não levam a nada
   Tem grande importância
              Manoel de Barros – Matéria de poesia


...Quanto mais poesia há na vistas maiores se tornam as coisas pequenas.
Parece que a poesia tem assanhamentos pelas causas despercebidas...

 Houve um tempo que me fizeram crer que poesia era causa catedrática.
de métrica , rima, versos
era a poesia vestida de traje de gala.
( eu já queria tirar a roupa da poesia mas precisava de muito esforço pra desembrulhar)
 Nesse tempo achava que a poesia só olhava o importante.
tenho nada de importante.

Nem sei de quando começou
(vagas me lembram que foi lentamente)
a poesia foi afrouxando o traje de gala,
falando das coisas miudinhas,
vi tanta graça que fui arrebatado.

... pode ser a origem desses meus achamentos de poeta ...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Entre mãe e filha

Te fito nos olhos, um desejo de estar neles. O quanto olhamos sem nos enxergarmos? As coisas que o tempo apaga na gente, a arte de perd...