segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Sobre as secas e agostos


Agostos ácidos,
com a terra abrindo-se em veios,
colorindo o céu de ocre,
sob tempestades vermelhas.
O verde esmaecido,
Todas as naturezas derretem
na torridez do sol,
amarelos, roxos
irrompem por sobre o ocre,
em meio ácido.

Dois encontros

Tem gente que não gosta de andar de ônibus. É coisa que exige um certo tipo de espírito que se joga no desconhecido. Por alguns instante...