sexta-feira, 2 de março de 2012

Sobre a mulher e o casulo



                        ( para todas as mulheres amigas de minha vida)

Entre si |elas| criam casulos.
Mulheres enredam suas relações,
Teias cúmplices de dividir lágrimas;
alguns segredos e pequenos delitos . |conspirações|
Há sempre um pouco de desnudamento
Uma frente à outra.

Cada casulo tecido
Tem seu antagonismo.

3 comentários:

  1. Fiquei aqui pensando no título do seu blog. Pareceu tão óbvio e tão misterioso pra mim... Fiquei pensando: será que não somos todos assim, uns desacanhados poéticos de vida tímida?

    ResponderExcluir
  2. talvez sejamos mesmo..... escrevinho de forma tão miúda que é quase um silêncio... talvez seja mesmo um jeito de resignificar a vida...

    abraço e obrigada por passar por aqui!

    ResponderExcluir
  3. Raquel,

    muito lindo o seu texto, expressa uma realidade profunda de modo tão delicado e sutil..

    Parabéns,

    voltarei mais vezes para outras visitas...

    ResponderExcluir

Mares brilhantes

Tudo chega tão rápido, Mares infinitos que se abrem por meio de telas brilhantes. Tanto mais eu nado, mais me afogo. Bits brilhantes de m...