sexta-feira, 1 de abril de 2011

Pequena crônica poética - anúncio mortuário

            (da vigilante igreja)


Os alto-falantes amplificam

a sentença da mortalidade humana,

perturbo-me,
porque parte de mim compreende a finitude,
e a outra parte,
se cala perante o medo da dor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pílula poética - assepsia

Assim suspensa no silêncio da casa me movo, e meus pós acumulados pelos anos como aspirar? [alguém aspira? – eu só sei inspirar] Minhas ...