quinta-feira, 28 de abril de 2011

Objetos inexistentes – alargador do tempo

O tempo tem atropelado
o corpo e a consciência
sinto falta da minha ignorância temporal,
em criança eu tinha um alargador de tempo
agora adulto com urgência
vejo que o perdi junto com
tudo que havia no faz-de-conta.

Os segundos
minutos,
horas,
semanas
meses
anos
escoam então
cada vez
mais
li-gei-ros
na ampulheta.

Um comentário:

  1. se descobrir q esse alargador existe, me avisa?? quero um!!!

    ResponderExcluir

Pequena crônica poética – sobre os lençóis

Paisagens mutantes, vento e areia minúsculos pontos brilhantes envolvidos num sopro. Sopros e pontos brilhantes construindo relevos. Lá ...