terça-feira, 25 de maio de 2010

SOLIPSISMO

POEMA


                                                                     CONJUGADO

NA SINGULARIDADE

                                              DA PRIMEIRA

PESSOA.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Resposta ao trocadilho

Certos dias eu me sento na varanda,

entoa canções no violão,
e a rua toda é platéia,
creio não,
vivo constantemente cantando,
e me faz tão bem.
fazer o que? é de família.


poema de minha Bê ....
blog: http://bessantana.blogspot.com/
e tudo começou com Adélia Prado...

Pequena crônica poética – sobre os lençóis

Paisagens mutantes, vento e areia minúsculos pontos brilhantes envolvidos num sopro. Sopros e pontos brilhantes construindo relevos. Lá ...