sexta-feira, 30 de abril de 2010

Trocadilho

Certas ocasiões meu pai se senta na varanda,

entoa canções no acordeon,
a rua toda é platéia,
creio;
que moro numa casa que amanhece
constantemente cantando.

2 comentários:

Hoje não tem poesia

Tem sido difícil tentar explicar o óbvio. Eliane Brum nos diz que vivemos numa crise de palavras, na qual diferente do período da censura a...