sexta-feira, 30 de abril de 2010

Trocadilho

Certas ocasiões meu pai se senta na varanda,

entoa canções no acordeon,
a rua toda é platéia,
creio;
que moro numa casa que amanhece
constantemente cantando.

domingo, 18 de abril de 2010

Gozo

Por vezes a cozinha transborda;

a cebola miudinha,
que expira no ar,
o barulho das colheres
nas panelas,
a conversação,
as coisas que espicocam no óleo,
odores gustativos,
gozo na cozinha
dominical.

Entre mãe e filha

Te fito nos olhos, um desejo de estar neles. O quanto olhamos sem nos enxergarmos? As coisas que o tempo apaga na gente, a arte de perd...