quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Fadigamento

                               Á Carlos Drummond de Andrade, em O peso do mundo
Existem dias de cansaço puro
o peso do mundo ele
todo nos ombros
que já em estado de resignação
adquiriram esta curvatura
tempos de sequidão,
de se sentar atrás da mesa
e comodamente
“tecer o árduo trabalho”
porque em absoluto
é a fatia maior
das horas,
e o pouco que
sobra
se reduz
a fadiga
improdutiva.

Um comentário:

Entre mãe e filha

Te fito nos olhos, um desejo de estar neles. O quanto olhamos sem nos enxergarmos? As coisas que o tempo apaga na gente, a arte de perd...