sexta-feira, 26 de junho de 2009

Das inutilidades escritas e ditas

Estes dedos

só conseguem teclar

preguiçosamente

as linhas

em estado de auto-avaliação

egocentrismo

só sei falar daquilo que vejo

através

olho-mágico

de mim mesmo.

expiação

do ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trovinha celeste

Moro numa cidade onde a noite entra no dia abruptamente. Eu tenho saudades do entremeio do pôr do sol, a noite come o dia devagarinho, ...