sexta-feira, 17 de abril de 2009

Da modorrice

O ar, o vento, esse tempo
Resseca-me por dentro
Não há brisas.

A modorra dessa paisagem
Me embrutece
Previsibilidade
Do senhor na esquina,
Da mulher a limpar a calçada.
segunda-feira,
terça-feira,
quarta-feira,
quinta-feira,
sexta-feira,
sábado,
domingo
sucessão
de dias.
Regressão
de mim.
Morte do meu olhar.

Mares brilhantes

Tudo chega tão rápido, Mares infinitos que se abrem por meio de telas brilhantes. Tanto mais eu nado, mais me afogo. Bits brilhantes de m...